Japão: Premiê diz que líderes do G7 discutirão pandemia de coronavírus

Reunião do Grupo dos Sete acontece hoje por videoconferência

O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, afirmou que os líderes dos países do Grupo dos Sete (G7 – os sete países mais industrializados do mundo) vão realizar uma videoconferência, na segunda-feira (16), para discutir como lidar com a pandemia de coronavírus.

No mesmo dia, Abe declarou a um comitê da Câmara Alta do Parlamento que o Japão deve empregar seus conhecimentos e cooperar com países ao redor do mundo para lidar com o desafio.

Veja também:

Ibovespa volta a desabar e aciona circuit breaker pela 5ª vez em março

Receita paga hoje restituições residuais do IRPF do período 2008/2019

Sintomas do AVC

Ele lembrou que a epidemia está provocando um forte impacto na economia japonesa, como também no resto do mundo. O premiê disse que o governo vai monitorar de perto os acontecimentos na economia global e implementar políticas econômicas e fiscais suficientemente necessárias em caráter imediato.

Segundo Shinzo Abe, existem preocupações de que algumas pessoas percam trabalho e acabem tendo dificuldades para pagar suas contas. Ele lembrou que o governo vai delinear medidas de alívio para tais pessoas até o final desta semana.

Abe mencionou ainda uma lei recém-promulgada que permitirá que o primeiro-ministro declare estado de emergência para ajudar a conter o vírus. Ele disse que quer esclarecer, uma vez mais, que notícias e reportagens da imprensa não estarão sujeitas a ordens com base na lei.

NHK

Para adquirir o e-book "Fotografia da Amazônia" basta contactar o fotógrafo pelo WhatsApp no (96) 3333-4579. A coletânea está no valor de R$ 30.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: