Ouça "Notícias da Amazônia ao vivo!" no Spreaker.

Usuários do Google Fotos terão mais controle sobre o compartilhamento

O Google tornou mais restrita a opção de inserir outros usuários na edição dos álbuns na ferramenta

Renato Mota

O Google está restringindo mais o acesso de outros usuários – e, consequentemente, reforçando a privacidade – ao serviço de armazenamento e compartilhamento de imagens, Google Fotos. As mudanças visam dar mais controle ao dono do conteúdo sobre quem pode visualizar e adicionar novas fotos aos álbuns.

Entre as mudanças, a mais notável é a possibilidade de remover um usuário adicionado de um álbum compartilhado. Como funcionava: ao compartilhar um álbum, a ferramenta cria um link público que permite a qualquer pessoa acessar as fotos. Depois de enviar o link para a pessoa com quem você deseja compartilhar, ela ingressa no álbum – e não podia mais ser removida.

Veja também:

No Brasil, 18 mil ocorrências de Roubo de Cargas em 2019, revela pesquisa

Comerciantes do Amapá discordam do bloqueio decretado pelo governo

Conheça as melhores casas de apostas online no Brasil

“Você tem agora a opção de ativar ou desativar o compartilhamento de links a qualquer momento e pode decidir se deseja permitir que outros colaboradores adicionem fotos a um álbum”, explica a líder de engenharia de compartilhamento do Google Fotos, Sanjukta Mathur. “Você também poderá remover alguém do álbum, o que removerá as fotos e os vídeos que eles adicionaram”, completa.

O novo formato de compartilhamento de fotos limitará sua visibilidade dos álbuns apenas às Contas do Google específicas com as quais você optar por compartilhá-las. “Você ainda terá a opção de compartilhar álbuns por meio de um link, que pode ser incorporado em um e-mail, texto ou blog”, garante a executiva do Google.

De acordo com a empresa, desde o início da pandemia da Covid-19, o compartilhamento no Google Fotos aumentou 50% em algumas regiões.

Via Olhar Digital

Ouça "Notícias da Amazônia ao vivo!" no Spreaker.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: