Polícia Federal combate fraude previdenciária no Amapá

Macapá/AP – A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta terça-feira (28/7), a Operação Tentáculos*, para desarticular organização criminosa que pratica fraudes ao benefício de auxílio-reclusão, no estado do Amapá

Na ação, que resulta de trabalho com apoio do Núcleo Regional da Coordenação-Geral de Inteligência Previdenciária e Trabalhista do Pará (NUINT/PA), policiais federais cumprem um mandado de busca e apreensão em Macapá/AP. 

A investigação apontou que os benefícios de auxílio-reclusão foram obtidos através da apresentação de documentos falsos junto ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), a fim de confirmar vínculos inexistentes entre os instituidores e os supostos dependentes dos beneficiários. 

Até o presente momento, foi verificado que o esquema criminoso desviou aproximadamente R$ 121 mil e identificou uma mulher que fazia a arregimentação de outras mulheres, falsificando os documentos necessários para garantir o recebimento do benefício. 

Os investigados poderão responder, na medida de suas responsabilidades, pelos crimes de estelionato majorado contra o INSS, falsificação e uso de documentos falsos, organização criminosa, dentre outros que poderão ser identificados no decorrer das investigações. Se condenados, poderão cumprir pena de até 21 anos de reclusão. 

*Tentáculos funcionam como braços que podem alcançar várias coisas ao mesmo tempo. 

Comunicação Social da Polícia Federal no Amapá 

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: