AMAZÔNIA BRASIL RÁDIO WEB

Prefeitura de Macapá remove 10 toneladas de entulho de lixeira viciada no entorno de Mercado do Peixe

O Município de Macapá segue de forma contínua no combate às lixeiras viciadas na capital. Na manhã desta segunda-feira, 27, os esforços se voltaram para um amontoado no entorno do Mercado do Peixe, no bairro Perpétuo Socorro. Foram retiradas 10 toneladas de entulho.

Garrafas de vidro e plástico, resto de obras, pedaços de eletrodomésticos e eletrônicos foram os objetos retirados da área. Também havia muito caroço de açaí e restos de materiais de obra. O descarte correto desse material deve ser feito por meio de um contêiner, que deve ser contratado pelo responsável do entulho.

A Secretaria Municipal de Zeladoria Urbana faz o monitoramento e combate às lixeiras viciadas diariamente. “Quem anda pelas ruas da capital dificilmente ainda não presenciou alguém jogando algum tipo de lixo ou até mesmo uma embalagem de bombom. Um exemplo desse hábito nocivo ocorre no Perpétuo Socorro. Ao longo do bairro, é possível encontrar vários pontos com acúmulo de lixo. Nós removemos as lixeiras, mas a população precisa manter a cidade limpa”, explica o secretário municipal de Zeladoria Urbana, Carlos Alberto Oliveira, sobre a Prefeitura de Macapá limpar e a população voltar a sujar.

“Não se faz limpeza pública sem a efetiva participação de todos. Os moradores da cidade devem cumprir com suas obrigações. É fundamental que a comunidade se engaje em não sujar e também denunciar quem comete a infração”, diz Augusto Lustosa, coordenador da ação.

A Secretaria Municipal de Zeladoria Urbana tem feito a retirada de lixeiras viciadas por meio de um cronograma planejado e executado três vez na semana. Jogar lixo em via pública é considerado infração grave, de acordo com a Lei Orgânica n° 054/2008 do Município de Macapá, Artigo 44, onde prevê multa de até R$ 1,5 mil, além de processos nas esferas penal (Delegacia de Meio Ambiente) e/ou judicial. A Zeladoria dispõe do número 99970-1078 para denúncias.

Secretaria de Comunicação de Macapá

Mônica Silva

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: