AMAZÔNIA BRASIL RÁDIO WEB

Empreendedores ganham Mutirão Limpa Nome para regularizar CNPJ e CPF

Negociação de débitos para regularização de pequenas empresas e empreendedores que buscam acesso ao crédito do Programa Amapá Mais Forte têm prazo até quinta (10)

Denyse Quintas

Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas no Amapá (Sebrae), em parceria com o Governo do Estado do Amapá (GEA), instituições bancárias e diversas empresas de grande porte, realizam o Mutirão Limpa Nome Amapá – ação do Programa Amapá Mais Forte, que beneficia pequenos negócios impactados pela Covid-19 e pelo apagão energético no estado, para acesso à linhas de crédito. O atendimento presencial, acontece na Sede do Sebrae, nos dias 9 e 10 de dezembro, das 9h às 17h.

Sebrae

Segundo a diretora técnica do Sebrae no Amapá, Marciane Santo, essa ação de parceria integra o Programa Amapá Mais Forte e essa parceria com a Companhia de Água e Esgoto do Amapá (Caesa), é de fundamental importância, porque muitos empreendedores estão negativados em função de dívidas acumuladas; o órgão está sem atendimento presencial e nesta ação, específica, migraram para dentro do Sebrae e estão disponibilizando o atendimento.

“A notícia positiva, é que a Caesa se comprometeu em continuar no Sebrae até o dia 18 de dezembro, dispensando juros e multas, parcelando a dívida em condições interessantes, tanto no cartão de crédito, quanto na própria fatura. A iniciativa, é importante para o empreendedor que pode contar com essa consulta de débito e negociação e por fim, permitir que esse empreendedor que estava negativado junto à Caesa, possa ter crédito necessário para continuar empreendendo, para enfrentar o final de ano e entrar 2021 com excelentes perspectivas. Nosso objetivo no Sebrae, é criar essa sinergia, esse ambiente de articulação e negociação”, disse a diretora técnica do Sebrae no Amapá, Marciane Santo.

Caesa/GEA

A Caesa, é um dos parceiros que liberam condições especiais de negociação para positivar o cadastro do empreendedor. Atualmente, 2.498 clientes possuem negativações no Cadastro de Pessoa Física (CPF) ou Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ), em virtude da inadimplência com a Caesa. São R$ 2.272.203,46 em débitos a serem negociados.

O diretor-presidente da Caesa, Valdinei Amanajás, agradece a parceria com o Sebrae e a oportunidade de uso da estrutura física e tecnológica, para atender os empreendedores que foram negativados em função de débitos. “Nossa intenção, é que de acordo com a possibilidade financeira do empreendedor, propor uma negociação para que tenha liberada, a linha de crédito oferecida pelo Governo do Estado”, finaliza o diretor-presidente da Caesa, Valdinei Amanajás.

Parceiros

São parceiros no Mutirão Limpa Nome Amapá, do Programa Amapá Mais Forte do GEA; Sebrae; Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL/SPC) e Serasa; Companhia de Eletricidade do Amapá (CEA); Caesa; Domestilar; Monte Casa e Construção; Center Kennedy; Caixa Econômica Federal; Branco do Brasil; Banco da Amazônia; Agência de Fomento do Amapá (Afap), e Bradesco.

Serviço:

Sebrae no Amapá

Unidade de Marketing e Comunicação

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: