AMAZÔNIA BRASIL RÁDIO WEB

Covid-19: testes rápidos serão ofertados nos bairros de Macapá

A iniciativa itinerante da Semsa conta com o apoio da Universidade Federal do Amapá, da Secretaria Municipal de Educação e da Guarda Civil Municipal

A partir desta segunda-feira (25) a Secretaria Municipal de Saúde (SEMSA) ampliará a testagem rápida para assintomáticos.  Com esta medida, a prefeitura pretende fazer com que mais pessoas usem o serviço que antes era concentrado em apenas três pontos da capital.

A testagem será feita de forma itinerante e começará nos bairros periféricos. A ideia é levar a testagem até à população para dar mais conforto e celeridade aos exames, uma vez que não será preciso ir para outro bairro realizar o procedimento.

Durante 30 dias os testes serão ofertados na Escola Municipal Roraima, no Buritizal, na zona sul; na Escola Municipal Raimunda Lima Guedes, no Marabaixo, na zona oeste e na Escola Municipal Jardim I, no Jardim Felicidade, na zona norte. Além disso, existe a Unidade Sentinela, que funcionará na Escola Municipal Antônio Barbosa, no Santa Inês. Esta unidade é disponibilizada nos locais com maior incidência de casos da Covid-19, conforme apontado pela Vigilância Epidemiológica.

“Vamos monitorar as regiões com mais incidências da Covid-19, remanejando as equipes para intensificar os cuidados nas regiões que mais necessitam. Com essa medida, poderemos estender ou não o tempo de permanência no local.”, afirmou o subsecretário de Assistência à Saúde, Kleverton Siqueira.

Todos os locais funcionarão das 8h às 12h e das 13h às 17h, com limitação de número de testes por dia. Serão 400 testes para a zona sul, 400 na zona oeste, 400 para zona norte e 300 para o Centro, que serão divididos entre os períodos da manhã e tarde.

A secretária de Saúde, Karlene Lamberg, ressalta que a população deve manter as medidas de distanciamento e que os locais adotarão os protocolos de higiene para evitar a contaminação. “É importe que todos utilizem máscara e não se aglomerem no local. Cada unidade ficará, no mínimo, 30 dias e estamos fazendo isso para dar segurança e conforto à população durante a testagem”, disse.

Os grupos prioritários são o foco, como idosos, gestantes e pessoas com comorbidades, como hipertensos, diabéticos e obesos.

A partir da descentralização dos testes em pessoas assintomáticas, o serviço de testagem no Laboratório Fab e da Carreta da Saúde serão encerrados e as vans darão suporte ao serviço itinerante.

Ewerton França

Secretaria Municipal de Saúde

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: