AMAZÔNIA BRASIL RÁDIO WEB

Facebook inunda usuários com mensagens sobre mudanças de segurança no WhatsApp

Depois da confusão sobre as mudanças nas regras de privacidade do WhatsApp, o Facebook, dono do mensageiro mais popular do mundo, está enviando aos usuários publicações por meio dos status do próprio programa em que ele explica tudo o que será modificado no aplicativo de mensagens. De acordo com a empresa, a data para que tudo entre em vigor foi expandido de 8 de fevereiro para 15 de maio.

Alguns veículos especializados da imprensa internacional tiveram acesso aos textos que aparecem nesses status do WhatsApp, que já começou essa ação. Países como Reino Unido, Estados Unidos e até o Paquistão estão recebendo esses avisos. Segundo o pessoal do The Verge, as mensagens mais comuns são aquelas avisando que o WhatsApp excluirá a ferramenta de status e que o aplicativo não terá acesso às suas mensagens, lembrando que a criptografia continuará sendo de ponta a ponta.

O Facebook deve continuar a explicar massivamente por que precisa coletar dados de usuários de todos os clientes do WhatsApp. A justificativa, em um primeiro momento, era para uma otimização dos recursos centrados nos negócios. Entretanto, apenas alguns usuários se beneficiarão disso, o que, claro, pode afastar outros. Um porta-voz do WhatsApp, também ao The Verge, disse que mais mensagens como essas aparecerão para os usuários, e em mais países. Um comunicado da rede social diz o seguinte:

Tem havido muita desinformação e confusão em torno de nossa atualização recente e queremos ajudar todos a entender os fatos por trás de como o WhatsApp protege a privacidade e a segurança das pessoas. A partir de agora, forneceremos atualizações para as pessoas na guia Status para que as pessoas vejam diretamente do WhatsApp. Nossa primeira atualização reafirma que o WhatsApp não pode ver suas mensagens pessoais, e nem o Facebook, porque elas são protegidas por criptografia de ponta a ponta.

Veja mais no Canaltech

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: