Instituições de ensino de Minas, São Paulo e Pernambuco se unem para realizar competição internacional de robótica

A IronCup, competição de robótica promovida desde 2017 pelo Inatel, em parceria com a RoboCore, reúne todos os anos, no campus da instituição, estudantes de todo o Brasil e também de outros países, para um momento de disputa e diversão. O evento, que já se consolidou como um dos maiores do país, não poderá ser realizado presencialmente este ano, por conta da pandemia, e acontecerá de forma virtual. Para isso, o Instituto vai contar com o apoio de outras instituições de ensino que irão apoiar na organização e conduzir algumas categorias de dentro de seus campi.

A competição será dividida em seis categorias: Futebol Simulation 2D, Futebol Simulation Mini, Sumô Mini Autônomo, Sumô LEGO, Sumô Mini Remoto e Hockey Mini Remoto. As três primeiras serão conduzidas no Inatel e as demais serão conduzidas, respectivamente, no Instituto Mauá de Tecnologia (IMT), em São Caetano do Sul; na RSM Engenharia, em Mogi das Cruzes e na Facens, em Sorocaba. A Universidade de São Paulo (USP) e a Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) também irão auxiliar na condução das batalhas.

O diretor de Pesquisa do Warthog Robotics, Adam Henrique Moreira Pinto, ressalta que a IronCup se tornou uma importante competição, com a data reservada no calendário de grandes equipes. O time, ligado ao Centro de Robótica da USP São Carlos, participou desde a primeira edição e irá auxiliar na organização do simulador e do juiz que serão utilizados na categoria Futebol Simulation Mini. “Com a confirmação de várias equipes de destaque, a expectativa é de grandes jogos e de uma competição bastante disputada e de alto nível, com o padrão de excelência mantido pela organização da IronCup em todos esses anos”, destaca.

Ao todo, estão inscritas 92 equipes, de diversos estados e também de países como Malásia, Filipinas, Índia, México, Bolívia e Equador. Para o coordenador do evento, o professor Wanderson Saldanha, a mudança para o formato virtual possibilitou um alcance muito maior da competição. “É uma tremenda satisfação dar oportunidade para nossos alunos e equipes de robótica do mundo todo mostrarem o resultado de suas pesquisas e seu esforço em uma competição. Satisfação maior ainda é poder contar com o apoio de outras instituições de ensino que vão conduzir as categorias para garantir que todos possam participar com segurança”, disse.

Priscila Luz Souza, vice-capitã da Ômegabotz, equipe de robótica da Facens de Sorocaba, diz ser um grande prazer apoiar um evento tão grande e significativo. “Somos pioneiros na categoria Mini Hockey e será muito bom utilizar a Facens para sediar a modalidade na competição. Categoria essa que dá palco para grandes emoções e rivalidades e que, de forma saudável, fomenta e estimula a robótica para todos. Esperamos ver grandes partidas e que, mesmo de forma remota, toda a adrenalina contagie pilotos e equipes a disputar pelo pódio”, enfatiza.

Para o professor Dr. Anderson Harayashiki Moreira, responsável pela equipe Kimauánisso Robotics Team, do Instituto Mauá de Tecnologia (IMT) é motivo de muito orgulho ter a oportunidade de coorganizar a IronCup 2021. “Sabemos que ações como essa ajudam a difundir a robótica e assim engajar mais jovens no desenvolvimento da ciência e tecnologia do nosso país”, conclui.

As disputas serão transmitidas ao vivo, nos dias 26, 27 e 28 de fevereiro, a partir das 11h. Acompanhe pelo site www.inatel.br/ironcup. Não percam!

Para adquirir o e-book "Fotografia da Amazônia" basta contactar o fotógrafo pelo WhatsApp no (96) 3333-4579. A coletânea está no valor de R$ 30.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: