AMAZÔNIA BRASIL RÁDIO WEB

Fonte da agência europeia confirma vínculo entre AstraZeneca e trombose

Autoridade da Agência Europeia de Medicamentos confirmou o vínculo entre a vacina e os casos registrados da doença

Uma fonte da Agência Europeia de Medicamentos (EMA) confirmou “um vínculo” entre a vacina da AstraZeneca e casos de trombose registrados em pessoas que receberam o fármaco, afirmou nesta terça-feira (06/04) em uma entrevista ao jornal italiano Il Messaggero.

“Agora podemos afirmar, está claro que há um vínculo com a vacina, que provoca esta reação. Mas ainda não sabemos por quê (…) Em resumo, nas próximas horas vamos declarar que existe um vínculo, mas ainda temos que entender por quê acontecer”, disse Marco Cavaleri, diretor de estratégia de vacinas da EMA.

A agência europeia deve se pronunciar oficialmente sobre o tema, afirmou Cavaleri.

“Estamos tentando ter um quadro preciso do que está acontecendo, para definir a síndrome devido à vacina (…) Entre as pessoas vacinadas se registrou um número de casos de trombose cerebral entre jovens superior ao que esperávamos. Vamos ter que afirmar isto”, explicou.

Veja também:
Conheça os melhores sites para encontrar pesquisas científicas e acadêmicas
Online e gratuito: curso de marketing digital é oferecido para microempreendedores
Universidades dos EUA disponibilizam cursos gratuitos para brasileiros; saiba mais

Há várias semanas foram detectadas suspeitas sobre possíveis efeitos colaterais graves, embora raros, entre as pessoas vacinadas com o fármaco da AstraZeneca. Seriam casos de trombose atípica, incluindo alguns que provocaram a morte.

No Reino Unido foram registrados 30 casos e sete mortes de um total de 18,1 milhões de doses administradas até 24 março.

Para a EMA “não se demonstrou um vínculo causal com a vacina“, afirmou há alguns dias a diretora executiva da agência, Emer Cooke.

Para a agência europeia de acordo com os conhecimentos científicos atuais, “não há provas que apoiem a restrição do uso desta vacina em nenhuma população”.

Veja mais no Estado de Minas

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: