Empreendedorismo: confira três áreas em alta em 2021 para investir

Clube de assinaturas e venda de alimentos saudáveis pela internet são opções

Mais de 11 milhões de empresas foram criadas nos últimos anos no Brasil, conforme aponta o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE). Parte dessas novas fontes de renda estão as empresas classificadas como microempreendedor individual (MEI), criadas também por conta alta do desemprego, impulsionado ainda mais pela pandemia de Covid-19. 

Nesse cenário, o conceito de Empreendedorismo – diretamente relacionado à visão de novas oportunidades de negócios – se faz bastante necessário para conseguir sobreviver em um mercado altamente competitivo. Uma das atitudes positivas é fazer uso da internet para se profissionalizar através de cursos gratuitos disponíveis em diversas plataformas. Outro caminho é conferir cursos profissionalizantes mais amplos. No Educa Mais Brasil, plataforma de incentivo estudantil brasileira, é possível encontrar formações com até 70% de desconto em bolsas de estudo. 

Dicas de onde investir em 2021

Pensar em negócios lucrativos é um grande desafio, principalmente em um cenário de recessão e incertezas causadas pela pandemia global. No entanto, é possível acompanhar as mudanças do mercado para suprir as novas demandas do consumidor. Por isso, separamos três ideias de negócios em alta para 2021. Confira!

  • Clubes de assinatura

De livros a cosméticos, vinhos, cafés e até produtos do universo geek, os clubes de assinatura estão em alta no mercado brasileiro. De acordo com dados publicados pela consultoria Betalabs em 2021, o setor cresceu 60% em 2020 e já soma mais de quatro mil clubes ativos, dos quais 800 foram abertos durante a pandemia. 

Nesse modelo de negócio, os assinantes recebem mensalmente um kit de produtos selecionados. Os segmentos de maior destaque foram os clubes de entregas de alimentos, sites de assinatura de produtos orgânicos, plataformas de assinatura de entretenimento e clubes de livros infantis.

  • Alimentação saudável

O consumo de alimentos saudáveis teve um grande impulso durante a pandemia de Covid-19. De acordo com dados do Euromonitor Internacional publicados em 2021, as vendas de produtos de apelo saudável atingiram R$100 bilhões em 2020 – um recorde histórico no país. 

Com isso, o mercado abriu espaço para os produtos orgânicos certificados, sem glúten, com menor teor de sódio e vegetarianos. Nesse cenário, pode ser o momento ideal para abrir seu negócio de marmitas saudáveis ou vender produtos naturais pela internet, por exemplo.

  • Mercado EAD

Os cursos no ensino a distância (EAD) estão entre os negócios mais lucrativos para 2021. Dados do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP) mostram que cerca de 1,7 milhão de brasileiros realizaram matrículas em cursos EAD em 2020.

Os números são reflexos da pandemia, que apresenta um cenário propício e uma grande oportunidade para esta iniciativa. É possível entrar no mercado EAD de diversas formas, sem precisar ter uma instituição de ensino. Para começar, você pode criar um curso online, e-books ou abrir um canal no YouTube para monetizar seus conteúdos, por exemplo.

Fonte: Agência Educa Mais Brasil

Para adquirir o e-book "Fotografia da Amazônia" basta contactar o fotógrafo pelo WhatsApp no (96) 3333-4579. A coletânea está no valor de R$ 30.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: