USP desenvolve nova tecnologia para detectar medicamentos no organismo

Já existem métodos para identificar a presença de medicamentos no organismo como a cromatografia líquida. Mas esse tipo de análise pode ser mais simples, mais rápida e mais barata com um equipamento desenvolvido no Instituto de Química do campus São Carlos, da Universidade de São Paulo. O pesquisador Edvaldo Maciel, autor da pesquisa, conta como é realizado o novo procedimento.

Os testes foram aplicados com os seguintes medicamentos: Carbamazepina, Citalopram, Desipramina, Sertralina e Clomipramina. A nova tecnologia desenvolvida pelo cientista Edvaldo Maciel pode ser aplicada por profissionais da saúde e da segurança pública para detectar e determinar a concentração dessas substâncias no organismo em menos tempo que os métodos convencionais.

Esse processo também tem um fator ambiental importante: é sustentável, como destaca o pesquisador Edvaldo Maciel.

O novo método já está pronto e pode ser adaptado para identificar outros tipos de substâncias.

Edição: Sheily Noleto/ Renata Batista

Para adquirir o e-book "Fotografia da Amazônia" basta contactar o fotógrafo pelo WhatsApp no (96) 3333-4579. A coletânea está no valor de R$ 30.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: