Maria Portela leva punição e é eliminada das Olimpíadas em luta polêmica

No combate mais longo do judô dos Jogos Olímpicos de Tóquio, brasileira perde para russa Madina Taimazova nas oitavas de final. Gaúcha teve um wazari não computado

A judoca Maria Portela está fora dos Jogos Olímpicos de Tóquio. Representante do Brasil na categoria 70kg feminina, a gaúcha foi eliminada nesta quarta ao sofrer uma derrota polêmica para Madina Taimazova, do Comitê Olímpico Russo, nas oitavas de final. O revés ocorreu no golden score na luta mais longa da Olimpíada de Tóquio até aqui. Portela foi desclassificada ao receber o terceiro shido, a punição mais leve do judô, quando o combate se arrastava por quase 15 minutos. Instantes antes, a brasileira teve um wazari não computado pelo juiz, o mexicano Everardo Garcia. O golpe teria definido a luta a seu favor.

O árbitro, se a gente não define, ele tem que definir. E quem tiver um pouco mais de iniciativa, vai levar. Não foi culpa dele. Eu tinha que ter sido mais agressiva, imposto mais o ritmo, por mais que não fosse efetiva, que foi o que ela fez e acabou levando. Agora quero ajudar a equipe para chegar no pódio. Sei que meu ponto é muito importante e o foco é esse, contribuir para que possamos evoluir na competição porque somos um time muito forte – disse Maria Portela.

Veja mais no Globo Esporte

Para adquirir o e-book "Fotografia da Amazônia" basta contactar o fotógrafo pelo WhatsApp no (96) 3333-4579. A coletânea está no valor de R$ 30.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: