Operação da PF no Paraná mira acusados de fraudar auxílio emergencial

Foram cumpridos dois mandados de busca e apreensão em Londrina

A Polícia Federal (PF) deflagrou hoje (6) a Operação Parcela Infinita para combater suspeitas de fraudes no auxílio emergencial, benefício concedido pelo governo federal durante a pandemia de covid-19. Agentes da PF cumpriram dois mandados de busca e apreensão em Londrina (PR).

Desde maio, a PF investiga um grupo criminoso que teria feito saques fraudulentos do benefício. As investigações realizadas até o momento indicam que os acusados utilizaram os serviços da funcionária de uma lotérica, que também participava dos desvios. Na primeira fase da operação, duas pessoas pessoas foram presas em flagrante na cidade paranaense.

Os investigadores já identificaram saques irregulares nas contas de 13 beneficiários do auxílio. O prejuízo aos cofres públicos é de R$ 15 mil.

Segundo a corporação, as investigações continuam em busca da identificação de outros suspeitos que integram o grupo criminoso.

EBC

Para adquirir o e-book "Fotografia da Amazônia" basta contactar o fotógrafo pelo WhatsApp no (96) 3333-4579. A coletânea está no valor de R$ 30.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: