Conexão Wi-Fi: conheça cinco dicas para melhorar o sinal de internet

Bruno Berthozin

A demanda por uma boa conexão de rede Wi-Fi aumentou consideravelmente ao longo dos últimos meses, principalmente com o início da pandemia do novo coronavírus, à medida que trabalhadores e estudantes de todo o Brasil passaram a realizar suas atividades diárias sem sair de casa. 

Um estudo realizado pela Amdocs — companhia especializada em software e serviços para empresas de comunicação — aponta que houve um crescimento de quase 50% no uso de internet fixa durante o ano de 2020 e que o número de horas conectadas passou de uma média de 3h41 para 6h44 por dia no período.

No entanto, trabalhar ou estudar em casa pode se tornar um transtorno caso a velocidade de navegação seja baixa ou a conexão fique instável. Com isso em mente, o Canaltech separou algumas dicas para te ajudar a aproveitar o melhor de seu plano contratado.

O primeiro aspecto a se prestar atenção se trata da posição do modem e do roteador. Principalmente em casas ou apartamentos grandes ou com muitos cômodos, é fundamental escolher adequadamente onde o aparelho ficará posicionado para distribuir o sinal por todo o ambiente. 

Para escolher o lugar, vale lembrar que o roteador emite ondas de rádio que são responsáveis pelo sinal de internet. Essas ondas geralmente são barradas por paredes, móveis espessos ou espelhos, então considere uma posição em que a conexão será bem distribuída para todos — ou quase todos — os cômodos da casa. 

Caso seja possível, uma saída seria posicionar o roteador no teto, com as antenas voltadas para baixo e direcionadas para todos os lados possíveis. 

Em casas com dois andares e muitos cômodos, talvez a melhor alternativa seja apostar em um roteador Mesh, que ajudará a manter uma boa velocidade de navegação e conexão estável em todos os ambientes.

Veja mais no Canaltech

Para adquirir o e-book "Fotografia da Amazônia" basta contactar o fotógrafo pelo WhatsApp no (96) 3333-4579. A coletânea está no valor de R$ 30.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: