Vigilância Sanitária identifica cinco festas clandestinas em fiscalização do fim de semana

Operação flagrou 16 estabelecimentos descumprindo horário de funcionamento.

No primeiro fim de semana de fevereiro os agentes fiscalizadores da Vigilância Sanitária Municipal, Superintendência de Vigilância em Saúde (SVS) e Polícia Militar realizaram uma operação conjunta que identificou a ocorrência de cinco festas clandestinas na capital que, imediatamente, foram encerradas e tiveram os responsáveis notificados.

Além destas festas, a equipe da Vigilância Sanitária do município também notificou 16 estabelecimentos comerciais por descumprimento do horário de funcionamento e nove por lotação de público acima da capacidade permitida.

A medida vem para verificar o cumprimento do Decreto Municipal n° 392 de 2022, que determina novas medidas protetivas de combate ao coronavírus e paralelo a isso, agentes também orientam a população, organizadores de eventos e comerciantes sobre os protocolos sanitários estabelecidos pelo município.

Durante a ação, as equipes também cobraram uso de máscara e a disponibilização de álcool gel nos estabelecimentos comerciais. Já para casa de eventos e similares, a equipe verificou a aferição da temperatura, exigência do cartão de vacina com comprovação do recebimento do imunizante contra a Covid-19, utilização de máscara e oferta de álcool gel.

“A fiscalização durante os fins de semana é executada desde o início da pandemia, não é novidade para os empresários e todos sabem que devem seguir o protocolo. Mas estamos nas ruas para cobrar dos clientes o uso de máscara para entrar nos locais.”, diz o diretor da Vigilância Sanitária, Alecssandro Reis.

Ana Cleide Torres

Secretaria Municipal de Saúde

Fotos: Vigilância Sanitária/Semsa

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: