Chuvas em Petrópolis matam 136 pessoas, deixam 213 desaparecidas e outras 967 desabrigadas

No quinto dia de buscas, apenas 89 corpos foram identificados; pelo menos 20 menores de idade morreram na tragédia

No quinto dia de buscas em Petrópolis, o número de vítimas fatais das chuvas, deslizamentos de terra e inundações subiu para 136. Dados da manhã deste sábado (19) mostram que Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro (CBMERJ) retirou pelo menos 20 menores de idade dos escombros. 967 pessoas ficaram desabrigadas por conta da tragédia.

Leia mais: Bolsonaro relata “intensa destruição” e “imagem de guerra” ao sobrevoar Petrópolis 

Houve também o registro de 213 desaparecimentos na cidade, que fica na região Serrana do Rio de Janeiro. Dos corpos que foram para o Instituto Médico Legal (IML), 81 são mulheres e 50 são homens. A tragédia aconteceu na última terça-feira (15), quando em seis horas, choveu mais que o esperado para o mês de fevereiro inteiro.

Leia também: EUA advertem presidente da Ucrânia para não viajar a Munique

Dentre os corpos, 89 foram identificados. Os bombeiros continuam as buscas no local, e centenas de profissionais já foram acionados. Um novo deslizamento na tarde da última quinta-feira (17) fez com que o CBMERJ retirasse diversas pessoas do bairro 24 de Maio. 24 pessoas foram resgatadas com vida.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: