Sobe para 48 número de cães mortos após comer petiscos envenenados

Somente em Belo Horizonte, os animais vítimas dos petiscos da empresa Bassar somam oito. Polícia e Ministério da Agricultura investigam

Arthur Lesnau

Subiu para 48 o número de cães mortos vítimas de petiscos suspeitos da Bassar Pet Food no Brasil. De acordo com a delegada Danúbia Quadros, da Delegacia Especializada em Defesa do Consumidor de Belo Horizonte (MG), na segunda-feira (5/9), um novo óbito foi registrado na capital mineira — o oitavo caso na cidade.

Os cães morreram após intoxicação pelos alimentos por mono-etilenoglicol, mesma substância que em 2020 matou consumidores da cerveja Belorizontina, da cervejaria Backer, de Minas Gerais.

“Hoje foi registrada mais uma ocorrência citando óbito, além de outras internações. Então, em Belo Horizonte, são oito casos de mortes, e têm chegado aos meu conhecimento várias outras mortes Brasil afora. Cerca de 40 até o momento (além daqueles em BH)”, disse a delegada.

Veja mais no site Metrópoles

O que você pensa sobre este artigo?

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.