COP-30: Meio ambiente é pauta de encontro entre MP-AP, TCE-AP, Unifap e estudantes

Na quarta-feira (19), o Ministério Público do Amapá (MP-AP) promoveu o “Encontro Jovens Pelo Clima/AP”, no Complexo Cidadão Zona Norte. O momento reuniu jovens estudantes, grupos sociais em favor do meio ambiente e representantes de órgãos públicos como o Tribunal de Contas do Estado do Amapá (TCE-AP) e a Universidade Federal do Amapá (UNIFAP). Na pauta, temáticas ambientais com foco na Conferência das Nações Unidas sobre Mudança Climática (COP-30), que ocorrerá em Belém/PA, em novembro de 2025.

O objetivo é engajar a juventude amapaense nas discussões sobre as mudanças climáticas e suas implicações globais e locais, além de fomentar a criação de propostas a serem apresentadas na COP-30. Foram abordados temas como a preservação dos ecossistemas amazônicos, energias renováveis, políticas públicas ambientais e o papel da educação na conscientização ambiental.

Clara Capiberibe, estudante de Ciências Ambientais da Unifap, expressou seu entusiasmo com a iniciativa. “Estamos aqui no Ministério Público pautando a COP-30, que vai acontecer aqui na Amazônia, e falando da participação da juventude nesse espaço e como que nós podemos propor ideias para pautar o Amapá nesse espaço também. Estou entusiasmada”, afirmou.

Herbert Emanuel, poeta e professor de Filosofia, também participou do evento e trouxe uma perspectiva reflexiva sobre o papel da sociedade na preservação do meio ambiente. “Esse encontro é o primeiro passo para reunir jovens interessados na questão climática, pois é uma urgência do planeta. Não podemos mais esperar, e se esperarmos, será tarde demais. Então é um movimento que iniciará a partir desse encontro com os jovens, para que a gente possa pensar em posições e propostas para a questão do aquecimento global e a preservação do planeta”, comentou.

Representantes do TCE-AP e da UNIFAP também contribuíram com palestras, oferecendo uma visão ampla e multidisciplinar sobre as temáticas. A participação de grupos sociais em favor do meio ambiente enriqueceu os debates, trazendo experiências práticas e sugestões concretas para a promoção da sustentabilidade no estado.

O Promotor de Justiça, Marcelo Moreira, ressaltou a relevância dessas articulações em favor de eventos dessa natureza. “No próximo ano teremos em Belém, no Pará, com subsede em Macapá, a realização da COP-30, em que se discute os rumos do mundo em relação as grandes alterações climáticas. O Amapá entra nesse clima de COP, com o Ministério Público junto a parceiros, sociedade civil e vários movimentos que já estão articulados e trabalhando nesse sentido, com a pauta de construirmos uma agenda comum e entrarmos nessa discussão para que a voz da Amazônia, a voz do Amapá, sejam levadas com justiça e efetividade até a COP”, finalizou.

O “Encontro Jovens Pelo Clima/AP” realça o compromisso do MP-AP em promover ações educativas e de conscientização sobre as mudanças climáticas, preparando a sociedade amapaense para uma participação ativa e informada na COP-30. Este evento é um passo importante para consolidar a colaboração entre jovens, instituições acadêmicas e órgãos públicos na busca por soluções ambientais sustentáveis.

Serviço:
Assessoria de Comunicação do Ministério Público do Amapá
Texto: Paulo Pennafort
Gerente de Jornalismo: Rita Torrinha

O que você pensa sobre este artigo?

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.