Educa

Combate à malária: PMM entrega equipamento no distrito de Santo Antônio da Pedreira

A Prefeitura de Macapá (PMM), por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), realizou na última terça-feira, 13, a entrega de equipamentos que auxiliarão no combate e controle da malária nas comunidades do distrito de Santo Antônio da Pedreira, distante 45 km da capital. A partir de agora, o distrito passa a contar com uma moto e uma bomba Guarany, utilizada no combate ao Plasmodium, causador da malária. Os equipamentos foram doados à Semsa pelo Ministério da Saúde, e entregues aos agentes de endemias que serão responsáveis pelo serviço em todas as comunidades do Rio Pedreira.

De acordo com a Semsa, em 2014 Macapá apresentou uma redução de 35% dos casos de malária comparados com 2013. A região de Santo Antônio da Pedreira teve o maior número de redução. Em 2013 foram registrados 838 casos, já em 2014 os números caíram para 418, uma redução de quase 50%, reflexo de todo o trabalho desenvolvido pelos agentes de endemias no decorrer de 2014.

Os equipamentos são importantes, pois melhoram a locomoção dos trabalhadores, garantindo que as ações de combate cheguem a um numero maior de localidades, mantendo os índices satisfatórios. “A moto e a bomba vão dar um suporte maior ao trabalho dos agentes e reforçar as ações de combate que eles realizam, garantindo uma cobertura maior às comunidades”, disse o coordenador do Programa de Combate à Malária, Allerson Costa.

Com a proximidade do período chuvoso, é normal que se tenha um aumento no número de casos. Por isso, é importante que os moradores redobrem a atenção e tentem evitar ao máximo as picadas do mosquito fazendo o uso de repelentes, calças e camisas de manga longa, principalmente no período de fim da tarde e início da noite. Evitar o acúmulo de água parada, a fim de impedir a ovoposição e nascimento de novos mosquitos, também é uma forma de evitar a malária.

Texto e fotos: Jamile Moreira/Asscom Semsa

Contato: 99135-6508 / 98802-8647

Dê sua opinião, não fique calado!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: