AMAZÔNIA BRASIL RÁDIO WEB

Prefeitura montará força-tarefa para reforçar serviço de abordagem social com população de rua

A Prefeitura de Macapá, por meio da Secretaria de Assistência Social e do Trabalho (Semast), está se mobilizando para montar uma força-tarefa com o objetivo de reforçar o serviço de abordagem social com a população que mora na rua. Essa iniciativa pretende realizar a abordagem e a busca ativa que identifique nos territórios a incidência de trabalho infantil, exploração sexual de crianças e adolescentes, usuários de substâncias psicoativas, dentre outras.

A força-tarefa pretende buscar a resolução de necessidades imediatas e promover a inserção na rede de serviços socioassistenciais oferecidos pela Prefeitura de Macapá, conectando às demais políticas públicas, na perspectiva da garantia dos direitos.

Além disso, através de reuniões de planejamento do Departamento de Desenvolvimento Social (DDS) da Semast, foi decidido que durante o mês de janeiro a equipe irá primeiramente mapear os espaços considerados propícios para o desenvolvimento de suas ações, como praças, logradouros, terminal de ônibus, locais de intensa circulação de pessoas. As equipes já estão trabalhando a forma de abordagem, mas, somente após o mapeamento, os trabalhos iniciarão.

Segundo a diretora de Desenvolvimento Social, Aurises Tito, as abordagens serão feitas de forma contínua. “Estamos montando uma força que possa dar resultados positivos a estas pessoas que moram na rua e que estão em situação de vulnerabilidade social”, contou.

Ainda de acordo com a titular do departamento, o trabalho em conjunto é fundamental. “Já nos reunimos com alguns parceiros que estão dentro da própria secretaria, como o Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua (Centro Pop), além de outros parceiros do município, como o Consultório de Rua, ligado à Secretaria Municipal de Saúde, Guarda Municipal e Conselhos Tutelares das Zonas Norte e Sul, e também iremos buscar parcerias com a Polícia Militar do Estado. Nosso trabalho tem tudo para se expandir e dar certo”, declarou.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: