Educa

Sete inicia diálogo com entidades municipais ligadas ao artesanato

O incentivo ao artesanato local é um das missões da Secretaria de Estado do Trabalho e Empreendedorismo (Sete). Neste primeiro momento, o objetivo é dialogar com os segmentos que representam a categoria nos dezesseis municípios e colher as principais demandas. A Associação de Ofício Mazagão Arte foi a primeira a reunir com a secretária de Estado do Trabalho e Empreendorismo, Marciane Santo. O encontro ocorreu no dia 14 de janeiro, no gabinete da Sete.

A entidade possui 18 associados, e eles atuam na produção de artesanato em madeira, cipó titica, barro, resíduos de artefato de madeira, serigrafia, confecção de caixas de marabaixo e culinária. Os artesãos são das comunidades do Piquiazal (assentamento), Carvão, Mazagão Velho etc.

De acordo com o presidente da associação, Orivaldo Oliveira de Brito, este primeiro contato é importante para conhecer a dinâmica de trabalho da nova gestão da Sete, bem como buscar apoio para as ações este ano.

A associação tem peças consignadas na Casa do Artesão, porém ainda precisa de muito mais vitrines. "Temos um trabalho muito forte em Mazagão e uma produção de qualidade com o uso de matéria prima extraída de forma responsável da natureza. É preciso incentivo, principalmente do poder público, para expor e comercializar nas feiras locais, regionais e até nacionais", enfatizou.

O encontro foi considerado proveitoso pela secretária Marciane Santo. "É importante saber das demandas dos artesãos. É uma atividade que contribui com a economia local, gera emprego e renda. A orientação do governador Waldez Góes é fomentar este e os demais segmentos como empreendedores individuais, formais e informais", finalizou.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.