AMAZÔNIA BRASIL RÁDIO WEB

Ipem vai intensificar fiscalização de material escolar

O Instituto de Pesos e Medidas do Amapá (IPEM) promete intensificar a Operação de volta às aulas que iniciou desde a primeira semana de janeiro. O objetivo da ação é fiscalizar as empresas responsáveis em vender e fornecer o material escolar no Amapá. A operação segue até o fim de fevereiro para garantir que os itens da lista estejam dentro das normas do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro).

Os metrologistas fiscalizarão irregularidades em itens que compõem a lista do material escolar, a exemplo de: cola branca, giz de cera, tinta, massa de modelar, etiqueta adesiva, cadernos, entre outros. "As empresas que apresentarem produtos fora dos padrões exigidos pelo Inmetro serão autuadas. Os fiscais trabalharão até o fim de fevereiro com atividades que acontecerão cotidianamente", informou o diretor-presidente do IPEM, José dos Santos.

As empresas que forem autuadas na operação terão até o meio do ano para se adequarem às regras do Inmetro. De acordo com o diretor-presidente, após esse prazo medidas serão tomadas. "A papelaria ou comércio que desobedecer às normas, terá os materiais irregulares recolhidos das prateleiras dos estabelecimentos", avisou José dos Santos.

Ele aconselha que os consumidores fiquem atentos para não serem enganados na hora da aquisição do material escolar. "Caso o consumidor suspeite que um determinado produto não esteja de acordo com as especificações técnicas – peso, quantidade, dimensões e ausência do selo do Inmetro -, ele deverá entrar em contato com a Ouvidoria do Ipem", orientou o diretor-presidente.

O consumidor que identificar algum indício de irregularidade deve entrar em contato com a ouvidora do órgão, pelo telefone 0800 280 8844, que funciona de segunda a sexta-feira, das 7h30 à 13h30.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: