AMAZÔNIA BRASIL RÁDIO WEB

Conselho Tutelar alerta sobre cuidados especiais com crianças e adolescentes durante o Carnaval 2015

O Conselho Tutelar de Macapá – Zonas Sul e Norte, e o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente farão um trabalho conjunto em parceria com a Vara da Infância, nos dias 13,14 e 15 de fevereiro, durante o período da festa mais popular do Brasil, o carnaval.

A Prefeitura de Macapá, por meio da Secretaria de Assistência Social e do Trabalho (Semast), está dando total apoio aos conselhos para garantir a proteção de crianças e adolescentes durante as comemorações.

A Semast disponibilizou aos conselhos todo o suporte e material necessário para a eficácia na identificação de crianças e adolescentes durante as festividades de carnaval. São coletes, crachás e 900 pulseiras de identificação para as crianças e adolescentes que estiverem acompanhadas dos pais no sambódromo, nos bailes da zona norte e em outros pontos de festa de carnaval, que também serão fiscalizados pelos conselhos.

O Conselho Tutelar alerta os pais para que tomem cuidados especiais com os filhos na folia durante o carnaval. "Quanto às medidas de segurança necessárias, recomendamos que crianças só saiam de casa usando pulseira de identificação, com nome e telefone dos pais ou responsáveis. Mas, para aqueles que não saírem identificados, iremos fornecer a pulseira”, aconselha a presidente do Conselho Zona Sul, Cristiane Souza.

A conselheira ainda informa: “Informamos que as bebidas alcoólicas são permitidas somente a maiores de 18 anos. Os adultos devem ficar atentos às crianças e adolescentes, para que pessoas mal intencionadas não se aproximem e ofereçam bebidas ou qualquer tipo de droga", disse.

As crianças e os adolescentes que forem desfilar nas escolas de samba têm que estar munidos de autorização judicial, e, mesmo as que não forem desfilar em escolas e blocos, e que estiverem desacompanhadas de pais ou responsáveis maiores de 18 anos, ainda assim precisarão de autorização do Juizado da Infância e da Juventude.

Os agentes de fiscalização que identificarem irregularidades com menores de 18 anos, como consumo de bebida alcoólica e desacompanhamento dos pais ou responsáveis, os encaminharão à sede do Conselho Tutelar, onde serão tomadas as medidas necessárias.

Denúncias a respeito de crianças e adolescentes na folia sem os responsáveis, ou que estejam em alguma situação de risco, devem ser feitas ao Conselho Tutelar pelo número 99129-0204.

Lilian Monteiro/Asscom Semast

Foto: Nayana Magalhães

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: