AMAZÔNIA BRASIL RÁDIO WEB

Projeto Peixe Vivo atrai consumidor que busca qualidade e preço baixo

No último sábado, 28, no bairro do Pacoval, o Projeto Peixe Vivo mais uma vez foi sucesso na Feira do Produtor. O preço acessível, R$ 9,00 o quilo, atraiu a população para o consumo de 1,5 tonelada de tambaqui colocada à venda.

Baseado no incentivo ao valor comercial e alimentício do peixe vivo, o Programa de Incentivo à Piscicultura tem sido destaque desde que foi criado, em 2013. Desenvolvido pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Semdec), o objetivo é proporcionar aumento da produção e do consumo, barateando o custo e beneficiando toda a cadeia produtiva do pescado até a mesa do consumidor.

O programa atende aquicultores familiares com a escavação de tanques, doação de alevinos e transporte adequado do produto no caminhão-tanque adquirido pelo Município, com capacidade para 5 toneladas de peixe vivo, mantendo a qualidade do produto e seu valor proteico. Através do programa, os agricultores acostumados a plantar hortaliças e legumes diversificam suas atividades com mais um importante produto na dieta alimentar, e com isso aumentam a renda familiar e a qualidade de vida.

O Projeto Peixe Vivo, criado para atender a etapa final do processo de produção com a comercialização do produto, pretende levar ao consumidor mais de 15 mil quilos de peixe vivo no período da Semana Santa em vários pontos da cidade, e cerca de duzentas toneladas até o final do ano de 2015, especialmente para atender famílias de baixa renda.

José Martins, que esteve cedo na feira a fim de garantir o peixe para o final de semana, elogiou a iniciativa da prefeitura. “Esse projeto é muito bom porque traz bastante peixe e o preço fica ao alcance de todos. Eu garanti o meu”. Para Ana Ruth Medeiros, a expectativa é para a Semana Santa. “A ideia de trazer o peixe vivo foi ótima. Peixe fresco com um preço muito bom atrai a população que quer qualidade que não pese no bolso. Espero que na Semana Santa possamos contar com esse serviço”.

Somente no ano passado foram beneficiados pelo programa mais de 60 aquicultores com a abertura de 92 tanques e doação de mais de 10 mil alevinos nos distritos de Fazendinha, Coração, Ambé, Conceição do Macacoari e Comunidade do Mel.

Ruth Helena Carrera/Asscom Semdec

Fotos: Max Renê

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: