Projeto propõe apresentações de dança indígena na capital e grupos de teatro nas aldeias

Educa

Durante o fórum indígena do Amapá realizado nos dias 25 e 26 de abril, na aldeia Kumarumã, a Secretaria de Estado da Cultura (Secult) começou a traçar um plano para fomentar as tradições amapaenses nas aldeias.

A Secult também apresentou o projeto de criação de um grupo cultural indígena. "Queremos criar esse grupo para que a cultura indígena seja levada a todo o Estado. Para isso, precisamos que os povos indígenas abracem o projeto, estamos aqui para incentivá-los", declarou o secretário de Estado da Cultura, Disney Silva.

Os índios aproveitaram a oportunidade para demonstrar interesse pela disseminação da cultura nativa e também pela cultura de outros povos. "Queremos que conheçam a nossa cultura, a nossa dança e também queremos conhecer os grupos de outras etnias como apresentações de teatro nas aldeias", afirmou o cacique da Aldeia Kumarumã, Luiz Campos dos Santos.

A ideia é levar os grupos de danças indígenas para a capital e os grupos de teatro para as aldeias. "Essa é a nossa primeira visita, vamos fazer outras às aldeias, juntamente com outros órgãos, realizando ações de saúde, assistência social, educação e cultura", explicou Disney.

O fórum reuniu aproximadamente 3 mil pessoas das etnias Karibuno, Galibi Marwono, Galibi Kalina e Palikum, todas da região de Oiapoque. Ao todo 35 comunidades participaram do evento para discutir políticas públicas. A primeira parte do fórum foi realizada em Macapá, nos dias 18 e 19 de abril, no museu Sacaca com a presença das tribos do Tumucumaque e Waiãpi.

Amazônia Brasil Rádio Web ao vivo!

Dê sua opinião, não fique calado!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.