AMAZÔNIA BRASIL RÁDIO WEB

Grupo protesta acorrentado na Câmara por impeachment de Dilma

Um grupo de oito pessoas se acorrentou a uma das pilastras do salão verde da Câmara dos Deputados pedindo que o presidente da Casa, Eduardo Cunha, acolha o pedido de impeachment contra a presidenta Dilma Rousseff.

Os oito disseram que usavam fraldas e evitaram beber líquidos desde cedo para que pudessem aguentar o máximo de tempo possível acorrentados sem comer ou ir ao banheiro.

Mais cedo, eles entregaram uma carta ao PMDB, assinada por 43 movimentos sociais pedindo que o partido se posicione favoravelmente ao impeachment. Como explicou uma das integrantes, Carla Zambelli.

A bancada do PMDB não está unânime no assunto. Segundo o deputado Darcísio Perondi, dos 66 deputados do partido, cerca de 25 apoiam o processo. Ele quer, agora, trabalhar para aumentar esse número.

A decisão de acolher o pedido de impeachment cabe a Eduardo Cunha, que já negou ter parecer – contrário ou favorável – da consultoria da Casa sobre o assunto. Segundo ele, ainda não há nenhuma decisão sobre o caso.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: