Polícia Federal prende quadrilha de tráfico de drogas no Acre

Educa

A Polícia Federal realiza hoje a Operação Audathia para desarticular uma organização criminosa especializada no tráfico de drogas no estado do Acre.

O nome da operação é uma referência à audácia dos integrantes do grupo que, mesmo após as várias apreensões de droga realizadas pela Polícia, não cessavam a atividade criminosa.

Cerca de130 policiais federais cumpriram 47 mandados judiciais, sendo 15 de prisão, 09 de condução coercitiva e 23 de busca e apreensão nas cidades de Rio Branco, Epitaciolândia, Brasiléia, Assis Brasil, Cruzeiro do Sul e Mâncio Lima.  Sete veículos e uma arma de fogo foram apreendidos.

A organização criminosa, formada por traficantes com antecedentes por tráfico de drogas e outros delitos era bem estruturada, com divisão de tarefas definidas e uma intensa movimentação financeira.

O grupo criminoso tinha a participação de empresários, responsáveis por financiar a compra e envio da droga para outros estados, como Pará e Mato Grosso do Sul. Um funcionário de uma empresa que presta serviço no Aeroporto de Rio Branco era responsável por passar informações aos criminosos sobre atuação da Polícia Federal no Aeroporto.

Durante as investigações, a PF realizou a apreensão de aproximadamente 130 kg de cocaína. O que chama a atenção na investigação não é o volume de droga apreendido, mas a constatação da grande movimentação financeira dos criminosos. O grupo movimentava aproximadamente R$ 400 mil reais por mês.

A Justiça autorizou o bloqueio dos bens e valores dos criminosos que responderão pelos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico, uso de documento falso e lavagem de dinheiro podendo.

Andhrea Tavares/EBC

Amazônia Brasil Rádio Web ao vivo!

Dê sua opinião, não fique calado!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.