AMAZÔNIA BRASIL RÁDIO WEB

Biblioteca do TJAP estará de portas abertas durante o fim de ano

biblioteca Juiz Francisco Souza de Oliveira estará funcionando de 08h00 as 13h00 durante o recesso de final de ano, que ocorre no período de 20 a 06 de janeiro. Com 23 anos de funcionamento, o acervo conta com um vasto número de livros e periódicos jurídicos, mas também oferece jornais, revistas e livros didáticos e literários, além de livros de administração, contabilidade e sociologia.

De janeiro até o início de dezembro de 2015 o público externo tem visitado de forma expressiva as dependências da Biblioteca. Entre os leitores um grande exemplo de dedicação diária é o jovem João da Silva, que há três anos descobriu a instituição e desde lá todos os dias chega cedo para estudar. Para ele o auxílio dos livros já fez com que obtivesse muito boas colocações em concursos públicos.

“Vim buscar conhecimento porque a Biblioteca do TJAP tem um bom acervo de livros e revistas, além do espaço para leitura e acesso à internet. Muitos livros me ajudaram na classificação em concurso público. As pessoas não precisam necessariamente ter dinheiro quando tem uma biblioteca onde podem chegar sem nada e sair com conhecimento”, ressaltou o concurseiro.

Criada pelo decreto nº 069, a Biblioteca foi instalada em 1992 na gestão do Desembargador Dôglas Evangelista Ramos e foi regulamentada e disciplinada para o acesso dos usuários ao acervo no ano de 1995. Foi em 2001 que o órgão recebeu a denominação “Biblioteca Juiz Francisco Souza de Oliveira”, em homenagem póstuma ao magistrado.

Servidores, acadêmicos e concurseiros são atendidos pela equipe que é formada por três servidoras e quatro bolsistas. Com um acervo de 19 mil publicações entre livros, revistas, periódicos, cds, dvd´s, dentre outros tipos de mídia, no ano passado foram registrados cerca de 8 mil atendimentos.

“No início era mais interna a visitação da Biblioteca apesar de sempre ser admitido o público externo, mas foi nos últimos dez anos que houve essa explosão de visitantes e ultimamente os concurseiros são a grande maioria”, explicou Simone Leite, diretora da Biblioteca.

O Programa “Jovens Construindo o Futuro: Do Direito ao Deleite de Ler e Escrever” também tem levado um grande número de bolsistas para dentro do órgão. “Para alguns só aguçou mais porque já liam, já em outros despertou o interesse pela leitura e também tem aqueles que ficarão para sempre com a gente”, afirmou a bibliotecária.

A Biblioteca do TJAP é associada aos bibliotecários jurídicos, um grupo de bibliotecários que trabalha no Judiciário brasileiro onde um coopera com o outro suprindo a necessidade de livros e artigos dos associados. Essa é mais uma ferramenta que auxilia o público que vem em busca de livros ou temas para estudar.

-Macapá, 14 de dezembro de 2015-

Texto e fotos: Daniel Alves

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: