Educa

Amazonas tem 1º caso suspeito de microcefalia, diz Ministério da Saúde

Criança nascida no Instituto da Mulher Dona Lindu passa por exames. Caso consta no primeiro informe epidermológico do Ministério.

De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde (Susam), a primeira suspeita diz respeito a uma criança nascida no Instituto da Mulher Dona Lindu, com perímetro cefálico de 31 cm. Foto: Reprodução
De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde (Susam), a primeira suspeita diz respeito a uma criança nascida no Instituto da Mulher Dona Lindu, com perímetro cefálico de 31 cm. Foto: Reprodução

O Ministério da Saúde informou, nesta terça-feira (5), que registrou a primeira suspeita de microcefalia no Amazonas. O caso consta no primeiro informe epidemológico de 2016 sobre casos suspeitos e relacionados ao vírus Zika. As informações são referentes aos dados até o dia 02 de janeiro.

De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde (Susam), a primeira suspeita diz respeito a uma criança nascida no Instituto da Mulher Dona Lindu, com perímetro cefálico de 31 cm.

Em nota, o diretor presidente da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS), Bernardino Albuquerque, explica que o caso está sob investigação, principalmente porque a mãe não tem histórico de Zika vírus ou outras doenças no período gestacional.
Ele ressalta que é necessário, ainda, descartar doenças congênitas (adquiridas antes do nascimento), que possam estar associadas à microcefalia, neste caso específico.

Zika vírus

Até o dia 3 de janeiro, já foram notificados 81 casos de Zika vírus em Manaus, segundo a Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (Susam). Quatro casos foram descartados e dois foram confirmados, sendo infectados dentro do estado. Ainda permanecem 75 casos em investigação, entre eles, estão 14 gestantes.

Em relação à febre Chikungunya, neste ano foram notificados 152 casos da doença no Amazonas, somente 12 confirmados, 75 descartados e 65 que ainda permanecem sob investigação. Dos 12 casos confirmados, cinco foram infectados dentro do estado e os 7 restantes com transmissões fora do estado. Conforme dados da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS-AM), em 2015, em todo o Estado, foram registrados 7.191 casos de Dengue.

De acordo com a FVS-AM, ainda não há nenhum registro confirmado de microcefalia associada ao Zika vírus, no estado, apenas casos suspeitos, que estão sendo monitorados.

Do G1 AM

Dê sua opinião, não fique calado!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: