AMAZÔNIA BRASIL RÁDIO WEB

DataTraveler 2000: pendrive Kingston criptografado tem ‘teclado embutido’

Felipe Alencar

Data Traveler 2000 vem com um teclado numérico e criptografia (Foto: Divulgação/Kingston)
Data Traveler 2000 vem com um teclado numérico e criptografia (Foto: Divulgação/Kingston)

A Kingston anunciou na quinta-feira (7) o pendrive Data Traveler 2000. O dispositivo é focado 100% em segurança, com criptografia AES de 256 bits e um teclado numérico embutido para digitar a senha de acesso. O periférico busca atender os usuários que lidam com dados sensíveis e deve chegar ao mercado brasileiro em 2016.

O Data Traveler 2000 não depende de qualquer tipo de sistema operacional ou hardware auxiliar. A criptografia é feita diretamente no dispositivo e para acessar o conteúdo armazenado é necessário primeiro digitar a senha no teclado alfanumérico e depois inserir na porta USB.

A tecnologia tem como objetivo atender os profissionais de segurança e de empresas que precisem guardar dados importantes que não possam vazar ou ser facilmente acessados. Se, por exemplo, alguém roubar um Data Traveler 2000, o dispositivo possui um recurso de bloqueio automático que ativa após dez tentativas de senha erradas. Além disso, conta com proteção de alumínio, que evita corrosão ou danos por acúmulo de poeira ou contato com água.

“O Data Traveler 2000 tem atributos cada vez mais indispensáveis: segurança, praticidade e portabilidade. É o pendrive perfeito para quem não pode correr nenhum tipo de risco”, afirma Paulo Vizaco, diretor executivo da Kingston Brasil.

As vendas do pendrive começam ainda no primeiro trimestre de 2016 com modelos de 16, 32 e 64 GB de capacidade. Compatível com portas USB 3.1, o periférico pode ser usado em qualquer sistema operacional, tais como Windows, Mac OS, Linux, Chrome OS e Android.

TechTudo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: