TJAP realiza curso de preparação aos casais inscritos no programa Casamento na Comunidade

A Justiça do Amapá realizou no plenário do Tribunal de Justiça do Estado um Curso Preparatório para os 70 casais que irão participar de mais uma edição do “Casamento na Comunidade”, que ocorrerá neste sábado (18 de junho) na sede do SEBRAE, a partir das 17 horas.

As palestras preparatórias para os nubentes foram ministradas pela juíza Joenilda Lenzi, titular da 3ª Vara de Família da Comarca de Macapá, e pelo pastor Alisson Souza. Os temas abordados foram relacionados à família, como a harmonia conjugal, pais e filhos e finanças familiar.

A coordenadora do “Casamento na Comunidade”, juíza Joenilda Lenzi, destacou que as palestras são um momento importante de aprendizagem na preparação dos casais para a vida conjugal.

“A maioria dos casais aqui já vive junto e tem filhos, mas agora eles irão oficializar essa união e as palestras são mais um suporte para os desafios da relação matrimonial. Digo que é relevante para todos oficializarem perante a lei o seu núcleo familiar, pois isso faz uma grande diferença no senso de responsabilidade. O casamento vem para fortalecer a união, pois ninguém casa pensando em separar, mas sim com o propósito e vontade que tudo dará certo e será para sempre”.

Presentes no curso e ansiosos para o grande dia matrimonial, Cleiton Pantoja e Kátia Miranda, ambos de 34 anos, já possuem uma relação de 17 anos, e encontram-se especialmente contentes pela oportunidade que o Poder Judiciário amapaense proporciona de poderem oficializar e legalizar a sua união.

“Eu esperei 17 anos para ser pedida em casamento, e agora vou poder dizer o tão sonhado sim”, disse a noiva Kátia Miranda.

O programa “Casamento na Comunidade” é uma oportunidade para os casais que querem oficializar a união e não tem condições financeiras de custear todas as taxas cartorárias.

Bernadeth FariasAssessora de Comunicação Social/ TJAP

Clique aqui e Inscreva-se agora!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: