Presídio de Roraima vai ter segurança reforçada

Educa

Detentos do regime semi-aberto foram surpreendidos por homens armados

Após reunião com a governadora de Roraima, Suely Campos, o ministro da Justiça Alexandre Moraes anunciou que vai liberar para Roraima cerca de 2 milhões e 200 mil reais em equipamentos de segurança. De imediato o estado deve receber 400 mil reais em equipamentos para agentes penitenciários.

De acordo com o ministro, o legado de segurança dos jogos olímpicos e paralímpicos, como viaturas e armamentos, também será repassado ao estado.

Representantes do Departamento Penitenciário Nacional (Depen) vão seguir, nos próximos dias para Roraima, a fim de avaliar a situação da superlotação do presídio de Monte Cristo. No último domingo, 10 detentos morreram durante rebelião e briga entre facções. Segundo o ministro, os 16 líderes identificados no conflito de domingo serão transferidos para presídios federais.

A governadora Suely Campos afirmou que o estado aguarda apenas a comunicação de disponibilidade de vagas para realizar a transferência. Ainda na reunião, a governadora e o ministro conversaram sobre a entrada de imigrantes venezuelanos pela fronteira de Roraima. Segundo a governadora, a situação mais grave é na área da saúde.

Na última segunda-feira, o governo do estado instituiu um gabinete emergencial para planejar ações de assistência aos imigrantes. O ministro informou que uma missão do governo federal deve seguir para RR, nas próximas semanas, para avaliar as diversas demandas dos imigrantes e também da população local.

EBC

Abertura do Encontro dos Tambores no Amapá

Dê sua opinião, não fique calado!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.