Rebanho paraense continua livre da febre aftosa, diz estudo

O Pará foi incluído, em 2014, no rol dos Estados brasileiros livres da febre aftosa

Foto: Arquivo/Agência Pará

O rebanho bovino paraense continua livre da febre aftosa. Essa é a conclusão do estudo de avaliação da circulação do vírus no Estado, conduzido pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), em parceria com a Agência de Defesa Agropecuária do Pará (Adepará) e divulgado agora, no início de fevereiro.

O relatório é referente ao ano de 2015, período em que foi coletado o material para análise. O estudo é feito pelo ministério e agências de defesa estaduais a cada dois anos e tem como objetivo verificar se o vírus da febre aftosa está presente nos Estados e se está sendo transmitido de um animal para outro, ajudando a comprovar, assim, a ausência da doença junto aos órgãos de saúde internacionais.

Para o diretor geral da Adepará, Luciano Guedes, essa é uma importante conquista de todo o setor agropecuário, pois confirma a sanidade da pecuária paraense, abrindo assim novos mercados para a produção local. “É resultado de um grandioso trabalho conjunto, fruto do esforço de produtores, de órgãos do governo e da sociedade civil. Ele mostra que as ações desenvolvidas em defesa da agropecuária paraense estão no caminho certo e comprova para o mundo todo que a pecuária do Pará é forte, é segura e saudável”, afirma.

 

Continue lendo no Portal Amazônia

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: