Após colisão, capitania Fluvial da Amazônia vai intensificar fiscalização

Álik Menezes
Manaus

Nos cinco primeiros meses desse ano foram registrados 40 acidentes envolvendo embarcações nos rios do Amazonas, Acre, Rondônia e Roraima. Um dos casos mais graves aconteceu no último sábado, quando o empresário Daniel Dabela ficou em estado grave após a colisão de uma lancha contra um jetski.

O acidente ocorreu na região como ‘Laguinho’, localizado no Tarumã-Açu, na zona Norte de Manaus. O Comando do 9º Distrito Naval informou que detalhes sobre o acidente, como se o condutor da lancha tinha habilitação, se foi notificado ou se estava embriagado fazem parte do inquérito administrativo que está sendo instaurado para apurar as causas do acidente, circunstâncias e responsabilidades do acidente com o empresário.

O número de acidentes é considerado alto, embora o Comando do 9º Distrito Naval informou que a Capitania Fluvial da Amazônia realize fiscalizações diárias, multa e apreende as embarcações irregulares. As inspeções acontecem na orla da cidade, do encontro das águas até a Praia do Tupé.

Em 2016, foram abordadas 9.137 embarcações, 1.258 notificadas e 482 apreendidas. Até o dia 18 de maio deste ano, a Marinha realizou 2.748 abordagens, notificando 493 e apreendendo 150 embarcações.

O Comando não soube informar dados específicos sobre toda o estado do Amazonas, informando apenas que a Capitania Fluvial de Tabatinga abordou 3.075 mil embarcações, notificou 88 e apreendeu 17.

Mais fiscalizações
Segundo o Comando, nos finais de semana as fiscalizações são intensificadas nas principais praias de Manaus como nas praias Ponta Negra, da Lua, do Tupé, Dourada, Prainha e Marinas localizadas no Tarumã.

Durante as abordagens, os inspetores navais verificam se os condutores são habilitados, documentação da embarcação, se há coletes e boias, extintores de incêndio, luzes de navegação e a lotação da embarcação. Nos casos de condutores alcoolizados, os inspetores acionam as autoridades e apreendem a embarcação.

As denúncias podem ser realizadas pelo Disque Segurança da Navegação por meio do número 0800 280 7200.

Empresário acidentado em estado gravíssimo
O empresário Daniel Dabela teve traumatismo craniano após o jetski ser atingido por uma lancha na tarde do último sábado, na região conhecida como ‘Laguinho’, no Tarumã-Açu. Ele passou por cirurgia e segue internado. A Secretaria de Estado da Saúde (Susam) informou que até o fechamento desta edição o quadro de saúde do empresário ainda era considerado como gravíssimo.

Jornal A Crítica

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: