Área de serviços do Amazonas registra 727 novos contratos, diz relatório

Rebeca Mota
Manaus (AM)

Os dados são do Ministério do Trabalho, que divulgou o relatório do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados
Apesar do cenário difícil para segmento de serviços, uma queda de 10,7% em abril na comparação com igual período do ano passado, conforme o IBGE, maio, o setor gerou 727 novos empregos. Os dados são do Ministério do Trabalho, que divulgou o relatório do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

Dentro do segmento de serviços houve crescimento nas áreas de comércio e administração de imóveis, valores mobiliários e serviços técnicos com 355 admissões e de serviços de alojamento, alimentação, reparação, manutenção e redação com 344 pessoas contratadas neste período, registrando uma variação de 1,55% nesses dois subsetores.

Em geral, o Amazonas perdeu 225 vagas formais de emprego em maio. Apesar de negativo, o resultado foi o melhor desempenho para o mês desde 2013, quando foram gerados 54 postos de trabalho com carteira assinada.

De acordo com a presidente da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), Lilian Guedes, na pesquisa realizada pela associação, o setor, apontou um crescimento por uma queda das demissões e um possível crescimento nesse segundo trimestre, além disso, um aumento no faturamento até o final do ano de até 3%.

“Eu, particularmente, tive crescimento no meu restaurante com excelentes resultados em maio, inclusive fiz contratações e já sentimos internamente. Abril foi um mês de 0 a 0, ou seja parou de cair, apenas equilibrou em relação ao ano passado. Nós atribuímos a melhoria no mês passado em questão de equilíbrio mesmo com a questão política. Por isso, enquanto nós tivermos uma política insegura a bolsa cai e os negócios caem”, revela.

A presidente Sindicato dos Corretores de Imóveis do Amazonas (Sind Imóveis –AM), Marcia Chagas, conta que se surpreendeu com o crescimento De empregos do setor.

Jornal A Crítica

Para adquirir o e-book "Fotografia da Amazônia" basta contactar o fotógrafo pelo WhatsApp no (96) 3333-4579. A coletânea está no valor de R$ 30.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: