Isenção de IPI para produtos da Amazônia e criação de área turística estão na pauta da CDR

Educa

A Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo (CDR) analisa na quarta-feira (2) a isenção do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para produtos feitos na Amazônia Ocidental com matérias-primas da região. Atualmente, apenas produtos feitos com matéria-prima agrícola e extrativa vegetal da região não pagam IPI. O projeto (PLS 210/2010) amplia a isenção para todos os produtos produzidos com materiais da região.

O senador Acir Gurgacz (PDT-RO), autor da proposta, argumenta que as regras são inconsistentes no que diz respeito à política de desenvolvimento da região porque limitam drasticamente o tipo de matéria-prima.

Favorável à matéria, o senador Sérgio Petecão (PSD-AC), relator do projeto na CDR, defende a iniciativa. Segundo o parlamentar, foge à racionalidade o fato de que uma empresa localizada em outro ponto do território nacional adquira matérias-primas da Amazônia Ocidental e exporte os produtos processados com isenção do IPI para a mesma região, enquanto as empresas locais que industrializam a mesma matéria-prima ficam obrigadas a pagar o tributo.

 

Tributação unificada

Outro item da pauta é o PLS 68/2016, que institui o Regime de Tributação Unificada (RTU) na importação, por via terrestre, de mercadorias do Paraguai, para conceder isenção do Imposto de Importação aos materiais, às máquinas e aos equipamentos necessários na linha produtiva da Zona Franca Verde. Idealizado pelo senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), o projeto tem por objetivo ampliar e modernizar os centros de produção da região. O relatório do senador Davi Alcolumbre (DEM-AP) é favorável à proposta.

 

Área de Interesse Turístico

Também pode ser votada a proposta (PLC 34/2017) que transforma a região de Angra Doce (área que compreende o reservatório da Usina Hidrelétrica de Chavantes, nos estados do Paraná e de São Paulo) em uma área turística. Sugerido pelo deputado Capitão Augusto (PR-SP), o projeto tem objetivo de estimular o turismo na área. O relator, senador Wellington Fagundes (PR-MT), é a favor da proposta.

A reunião da Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo está marcada para as 8h30, na sala 13 da Ala Senador Alexandre Costa.

Agência Senado

 

 

Amazônia Brasil Rádio Web ao vivo!

Dê sua opinião, não fique calado!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.