AMAZÔNIA BRASIL RÁDIO WEB

Mais de sete mil venezuelanos pediram refúgio no Brasil no primeiro semestre

Renata Martins

O processo migratório em Roraima se intensificou em razão da crise econômica e política na Venezuela. Diariamente venezuelanos fazem fila na Polícia Federal de Pacaraima, Roraima, para a emissão da guia de entrada no Brasil.

De acordo com a Polícia Federal, quase 7.600 venezuelanos pediram refúgio nos seis primeiros meses de 2017. A grande maioria, mais de 80%, fez esse pedido em Roraima. O número já é mais que o dobro dos pedidos feitos em todo o ano de 2016.

A maioria das solicitações é de pessoas capital, Caracas. Dos que conseguiram o registro temporário, a maior parte é estudante, mas tem também padeiro, médico e advogado, entre outras profissões.

Para os que não conseguem arcar com moradia o governo de Roraima disponibiliza um abrigo provisório, na capital Boa Vista. Atualmente o local atende cerca 400 estrangeiros, sendo mais de 300 indígenas.

Os atendimentos a estrangeiros nas unidades de saúde de Roraima também aumentaram consideravelmente. De 2014 para cá o número aumentou 779%. Nos seis primeiros meses deste ano foram mais cinco mil atendimentos.

EBC

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: