AMAZÔNIA BRASIL RÁDIO WEB

Para PF, há indícios de organização criminosa formada por Temer e peemedebistas

Em relatório enviado à Procuradoria Geral da República, PF também acusa Moreira Franco, Eliseu Padilha, Geddel, Eduardo Cunha e Henrique Alves

A Polícia Federal encontrou indícios no inquérito que apura a formação de uma organização criminosa formada por integrantes do PMDB da Câmara dos Deputados, incluindo o presidente da República Michel Temer, que desviava recursos de órgãos públicos.

As conclusões foram enviadas em um relatório para o Supremo Tribunal Federal (STF) nesta segunda-feira (11), pois entre os envolvidos, estão políticos com foro privilegiado no Supremo. Além de Temer, estão envolvidos os ex-deputados Eduardo Cunha, Henrique Alves, o ex-ministro Geddel Vieira Lima – presos em decorrência de diferentes investigações da PF – e os ministros Moreira Franco (Secretaria-Geral da Presidência) e Eliseu Padilha (Casa Civil), todos do PMDB .

De acordo com a Polícia Federal, os integrantes do partido se organizaram com o intuito de obter “vantagens indevidas” na administração pública direta e indireta. O grupo é acusa de corrupção ativa e passiva, lavagem de dinheiro, fraude em licitação e evasão de divisas.

Veja a íntegra no Último Segundo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: