AMAZÔNIA BRASIL RÁDIO WEB

Dentes de 9 milhões de anos podem mudar a história da humanidade

Fósseis encontrados na Alemanha são similares aos encontrados na África, mas muito mais antigos

É praticamente um consenso entre os paleontólogos que nossos antepassados deixaram a África há menos de 120 mil anos atrás e se espalharam pelo mundo. Tudo virou dúvida quando arqueólogos alemães encontraram dois dentes enquanto peneiravam areia do leito do rio Reno, no trecho que corta o vilarejo de Eppelsheim, a 40 quilômetros ao sul de Mainz, em setembro de 2016.

Não que vestígios de ocupação pré-histórica fossem novidade por ali. Ainda em 1820 foram encontrados os primeiros fósseis de primatas na região. Nos últimos 200 anos, cerca de dez espécies foram encontradas ali. Há 80 anos, entretanto, não se encontravam mais registros (parte dos fósseis foram destruídos durante a Segunda Guerra Mundial).

Não bastasse a animação por encontrar novos vestígios, a análise dos dentes deixou os pesquisadores fascinados. “Isso é definitivamente fantástico. Uma história excitante”, afirmou o Herbert Lutz, do Museu de História Natural de Main, que coordenou o estudo, em entrevista ao ResearchGate.

Veja mais no site Galileu

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: