Educa

Brasileiro tem conhecimentos falhos sobre o câncer, diz pesquisa

Pesquisa revela que o brasileiro ainda acredita em alguns mitos em torno do câncer

Apesar de temer o câncer, o brasileiro ainda tem conhecimentos muito falhos sobre a doença, revela pesquisa inédita divulgada nesta terça-feira pela Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica (Sboc), véspera do início do XX Congresso Brasileiro de Oncologia Clínica, que acontece desta quarta até domingo no Rio de Janeiro.

De acordo com o levantamento, intitulado “Panorama sobre grau de informação, hábitos e atitudes do brasileiro em relação ao câncer”, 44% das 1,5 mil pessoas ouvidas nos 26 estados da Federação, mais o Distrito Federal, admitiram ter um conhecimento apenas “mediano” sobre o câncer (notas 5 a 7 em uma escala que varia de 1 a 10). Outros 26% afirmaram entender profundamente sobre o tema (notas 8 a 10), enquanto 31% pouco sabem sobre a doença (notas 1 a 4) – a soma ultrapassa os 100% devido a arredondamentos dos valores.

Já os tipos de câncer que o brasileiro mais conhece estão justamente os que mais atingem a população segundo o Instituto Nacional do Câncer (Inca). Na pesquisa da Sboc, 94% responderam já terem ouvido falar do câncer de mama, 90% dos de próstata e pulmão, 89% do de pele, 87% da leucemia e 86% do câncer de colo do útero.

De acordo com o Inca, entre os homens o câncer de próstata responde por 28,6% dos novos casos anuais da doença, num total de cerca de 61,2 mil, seguido pelo de traqueia, brônquio e pulmão, com 8,1%, ou 17,3 mil, casos. Entre as mulheres, por sua vez, são registrados quase 58 mil novos casos de câncer de mama, ou 28,1% do total, com o de colo do útero na terceira posição (7,9%, ou 16,3 mil casos) e os de traqueia, brônquio e pulmão em quarto, com 5,3% e 10,9 mil casos.

Veja íntegra no site iBahia

 

Dê sua opinião, não fique calado!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: