Arte na Praça celebra Dia Nacional da Cultura

“Fiquei maravilhada, sou paraense e estou de férias em Macapá com a minha família. Simplesmente adorei, tinha atração para todos os gostos. Eu, particularmente, adorei a apresentação do Jhimmy [Feiches] e dos Pinducos, muito legal. Parabéns à Prefeitura de Macapá!”. O depoimento entusiasmado é da estudante Ana Carolina Ribeiro, que se surpreendeu com o Arte na Praça, no domingo, 5. O projeto foi em alusão ao Dia Nacional da Cultura, com uma grande e diversificada programação, desenvolvida nos espaços da Praça Floriano Peixoto, no bairro Central.

 

O evento, realizado pela Prefeitura de Macapá, contou com a apresentação de artistas e grupos de diferentes gêneros e estilos. Houve ainda o lançamento literário, declamação de poesia, cartuns, atividades lúdicas e sociodesportivas, além de entrega de certificado de honra ao mérito a personalidades da cultura macapaense, entre outras atrações.

 

“Nossa equipe sempre se mobiliza para fazer o melhor, e o projeto traz um sentido de democratização ao oportunizar os diversos segmentos da cultura, além do reconhecimento e dos aplausos do público presente, que, diga-se de passagem, é a grande atração ao mesclar pessoas de todas as idades, tendências e gostos”, disse o diretor-presidente da Fundação Municipal de Cultura, Sérgio Lemos.

 

Uma das atrações que chamou a atenção dos presentes foi o lançamento do livro “Mama Guga: contos da Amazônia”, do sociólogo, poeta, músico, compositor e ativista cultural, Fernando Canto. O espaço reservado à exposição e à sessão de autógrafos foi também palco para a doação dos exemplares da obra feita pelo próprio autor ao lado de sua esposa, Sônia Canto.

 

“É um momento de muita emoção. Poder sentir de perto o calor e o afeto das pessoas, e poder retribuir com o meu trabalho literário mais recente é, sem dúvida, uma experiência gratificante em todos os sentidos. Agradeço muito toda essa homenagem”, concluiu Fernando, em meio à tietagem de seus admiradores.

 

A escritora e poeta Alcinéa Cavalcante também deu um show à parte, entremeando os intervalos das apresentações de palco com declamações de poemas, juntamente com membros do grupo “Poesia na Boca da Noite”, com performances que arrancaram aplausos entusiasmados dos presentes.

 

As demais atrações que passaram pelo palco e demais espaços do evento foram: J. Márcio, que divertiu o público com desenhos e caricaturas das pessoas; Feira de Artesanato; Feira de Livros; capoeira com os mestres e alunos dos grupos vinculados à União dos Capoeiristas do Amapá (Unicap); contação de histórias com Lú de Oliveira e Angelita; Sandra Lima; Finéias Nelluty; Júnior Massa e hip-hop Leais, Jhimmy Feiches e os Pinducos.

 

Um dos momentos mais esperados foi a entrega do certificado de Honra ao Mérito para 16 personalidades da cultura do município, cuja militância e trabalho nessa seara são dignos de reconhecimento e valorização. Os contemplados foram: Amadeu Lobato (teatro), Amado Amâncio (música), Alcinéa Cavalcante (literatura e poesia), Daniel de Rocha (teatro), Esmeraldina dos Santos (literatura e música), Fernando Canto (literatura e musica), Finéias Nelutty (música), Herivelto Maciel (artes plásticas), Joãozinho Gomes (poesia e música), José Pastana (literatura), Lolito do Bandolim (música), Manoel Bispo (artes plásticas, literatura e música), Maria José Pantoja Figueiredo (desporto/capoeira), Nonato Leal (música), Oneide Bastos (música) e Washington Ferreira (teatro).

 

Célio Santos

Assessor de comunicação/Fumcult

Foto: Max Renê

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.