Ouça "Notícias da Amazônia ao vivo!" no Spreaker.

Vigilância Sanitária prossegue fiscalização em praças de Macapá

A Vigilância Sanitária continua o cronograma de fiscalização em estabelecimentos que comercializam alimentos em praças de Macapá. A atividade, que começou na semana passada, já foi desenvolvida nas praças Chico Noé, Nossa Senhora de Fátima e da Conceição. Na ação, proprietários e funcionários recebem orientações higiênico-sanitárias.

No total, 22 estabelecimentos foram vistoriados. Destes, somente um estava com a licença sanitária em dia. Os demais foram notificados para que deem entrada ao processo de licenciamento sanitário e corrijam falhas apontadas pelos fiscais. “Esse é um trabalho de sensibilização e orientação junto aos proprietários quanto à importância da emissão da licença sanitária e aos manipuladores de alimentos sobre a forma correta de manusear e armazenar o produto que eles utilizam”, diz a chefe da Divisão de Fiscalização e Controle de Alimentos, Martiana Barros.

A fiscalização chegará a alguns bairros que também possuem praças e arenas de esporte. O objetivo é fazer com que os pequenos empreendedores também se adequem as exigências sanitárias. “É necessário que as pessoas que trabalham nesse ramo entendam que a comercialização de alimentos precisa cumprir uma série de requisitos para resguardar a saúde do consumidor, e o primeiro passo para isso é o licenciamento sanitário”, completou Martiana.

Até 31 de janeiro, mais seis praças recebam os fiscais para a continuação desse trabalho. Os proprietários têm prazo de 10 dias para procurar a Vigilância e dar entrada ao processo de licenciamento. Após esse período, se persistir as irregularidades, o estabelecimento é notificado, podendo receber o interdito sanitário.

A vigilância sanitária fica no prédio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), na Avenida General Osório, nº 365, Laguinho, com funcionamento das 8h às 14h.

Jamile Moreira

Ouça "Notícias da Amazônia ao vivo!" no Spreaker.

O que você pensa sobre este artigo?

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: