Repórter Nacional: Amazonas se prepara para acolher venezuelanos

O governo do Amazonas já se prepara para o acolhimento de venezuelanos que virão de Roraima a partir de solicitação do governo federal. O atendimento será coordenado pelas secretarias de assistência social do estado e da capital. Um prédio do governo estadual vai abrigar o centro de referência.

O Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados irá receber os venezuelanos em Roraima, fazer a triagem e encaminhar para o Amazonas, Santa Catarina e São Paulo. A expectativa é que cerca de 140 venezuelanos sejam encaminhados para o Amazonas a partir de março.

A previsão é que eles permaneçam no acolhimento provisório por 30 dias para emissão de documentos e triagem na área de saúde, com atenção especial para a prevenção ao sarampo. Caso queiram fixar moradia no estado, será trabalhada a autonomia econômica e social por meio do processo educativo, cursos profissionalizantes, validação de cursos e diplomas.

No ano passado, o Amazonas recebeu o reconhecimento do Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados pelo serviço prestados em caráter emergencial no acolhimento dos indígenas venezuelanos Warao. Foram atendidas 296 pessoas, incluindo crianças, adolescentes, adultos e idosos.

De acordo com dados da Polícia Federal, em 2017 o Amazonas recebeu 2.400 solicitações de refúgio de venezuelanos após a intensificação da crise no país vizinho. De janeiro a fevereiro de 2018, foram, em média, 700 solicitações.

Ouça essa e outras notícias no Repórter Nacional Amazônia, edição das 12h20.

EBC

Clique aqui e Inscreva-se agora!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: