PF prende amigos de Temer e ex-ministro de Lula e Dilma

Entre os presos estão José Yunes, amigo de Temer, Wagner Rossi, ex-deputado e ex-ministro e Antonio Celso Greco, dono da empresa Rodrimar

A Polícia Federal (PF) prendeu no início da manhã desta quinta-feira, em São Paulo, o empresário José Yunes, amigo e ex-assessor do presidente Michel Temer, o ex-ministro da Agricultura dos governos Lula e Dilma e ex-deputado federal Wagner Rossi e seu assessor Milton Ortolan. Rossi também foi ex-presidente da estatal Codesp.

A Polícia Federal também prendeu um dos donos da empresa Rodrimar, Antonio Celso Grecco, que foi detido no interior de São Paulo, o ex-coronel da Polícia Militar de São Paulo João Batista Lima, também amigo do presidente Temer.

As ordens de custódia são do ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal no âmbito do inquérito que apura o Decreto dos Portos. O presidente Michel Temer é um dos alvos da investigação e está sob suspeita de beneficiar a empresa Rodrimar na edição do decreto voltado ao setor portuário. A PF também vasculha a sede da Rodrimar, em Santos.

Veja mais no Estado de Minas

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.