OMS obtém autorização para usar vacina experimental contra Ebola

Vacina se mostrou segura e eficaz em testes com humanos, mas ainda é experimental por ainda não ter uma licença

Genebra – A Organização Mundial da Saúde (OMS) obteve autorização das autoridades da República Democrática do Congo para importar e usar uma vacina experimental contra o Ebola no país, disse o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, nesta segunda-feira.

“Temos o assentimento, o registro, mais a permissão de importação, tudo já aceito formalmente”, disse Tedros aos repórteres. “Tudo está pronto para ser usado.”

A vacinação pode começar na próxima segunda-feira, informou.

A vacina, desenvolvida pela Merck em 2016, se mostrou segura e eficaz em testes com humanos, mas ainda é experimental por ainda não ter uma licença. Ela precisa ser mantida entre as temperaturas de 60 a 80 graus Celsius negativos, o que cria grandes desafios logísticos.

Testada na Guiné em 2015, ao final de um grande surto de Ebola na África Ocidental, a vacina foi projetada para ser usada com a chamada abordagem da “vacinação em anel”.

Saiba mais no site Exame

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.