Grammy anuncia novas regras para suas categorias principais

Leonardo Torres

A Recording Academy, instituição responsável pelo Grammy Awards, anunciou nesta terça (26/6) mudanças em suas regras para as principais categorias da premiação. A partir da próxima edição, serão oito indicados ao invés de cinco nas categorias Álbum do Ano, Música do Ano, Gravação do Ano e Artista Revelação (Best New Artist). A academia acredita que isso “permitirá que os membros votantes tenham maior flexibilidade”.

Além disso, supervisores musicais serão adicionados aos grupos de indicados na categoria Melhor Álbum de Trilha Sonora, haverá um comitê de avaliação de nomeações para a World Music Field, e uma expansão no critério de indicação para a categoria Melhor Álbum de Música Alternativa. Agora, serão considerados quaisquer trabalhos que “abracem atributos de progressão e inovação tanto na música quanto nas atitudes associadas a ela”, “frequentemente uma versão menos intensa do rock ou uma versão mais intensa do pop”.

As medidas foram tomadas depois das reclamações de falta de troféus para mulheres na 60ª edição do Grammy, realizada no início do ano. Já em 2016 e 2017, as reclamações haviam sido com relação à falta de representatividade de artistas negros. Então, diversidade e representatividade têm sido exigidas da instituição. Recentemente, o presidente da Recording Academy, Neil Portnow, anunciou que deixará o cargo. Ele deu declarações infelizes sobre artistas femininas, o que gerou uma revolta na classe artística. Ele pediu desculpas, mas não adiantou.

Saiba mais no Portal Pop Line

Para adquirir o e-book "Fotografia da Amazônia" basta contactar o fotógrafo pelo WhatsApp no (96) 3333-4579. A coletânea está no valor de R$ 30.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: