Ouça "Episódio 35 - Notícias da Amazônia ao vivo com Lívia Almeida" no Spreaker.

Planeta errante é detectado fora do sistema solar

Os astrônomos que usam a rede de 27 radiotelescópios Very Large Array (VLA) realizaram a detecção através de radiotelescópio de um objeto com massa planetária fora do nosso Sistema Solar. O objeto, com uma massa 12,7 vezes superior à de Júpiter, é uma fonte energética surpreendentemente potente, um planeta errante que viaja pelo espaço sem orbitar uma estrela-mãe.

“Este objeto está precisamente no limite entre ser um planeta e uma anã marrom, uma ‘estrela falha’, e isso nos dá algumas surpresas que podem nos ajudar a compreender os processos magnéticos em estrelas e planetas”, disse Melodie Kao, que liderou o estudo como bolsista de pós-doutorado da Universidade Estadual de Arizona, citada pelo site do observatório Very Large Array.

As anãs marrom são objetos muito maciços para serem consideradas planetas, mas o seu tamanho não é o suficiente para suportar a fusão nuclear do hidrogênio nos seus núcleos, processo que alimenta as estrelas. Inicialmente, se pensava que não emitiam ondas de rádio, mas o descobrimento em 2001 por parte do VLA de uma erupção de rádio em uma destas estrelas revelou uma forte atividade magnética.

Saiba mais no Jornal do Brasil

O que você pensa sobre este artigo?

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: