Município de Macapá participa de capacitação do Selo Unicef

Gestores municipais de Macapá participaram nesta sexta-feira, 31, de uma capacitação do projeto desenvolvido pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), denominado Selo Unicef Município Aprovado, edição 2017/2020. O objetivo é alinhar metas e ações em busca da efetivação e alcance das políticas públicas destinadas às crianças e adolescentes. Este ano, o diferencial foi a presença de jovens representando os municípios do estado, que puderam debater diretamente com os gestores as estratégias para a garantia de direitos básicos sobre dois temas centrais, a vacinação e o saneamento básico.

 

Para a equipe do Unicef, vinda diretamente de Belém (PA), o estímulo ao olhar atento para o atendimento de qualidade e à propagação da informação sobre as vacinas é fundamental para a garantia dos direitos destes jovens. A proposta do Selo é a implantação dos Núcleos de Cidadania dos Adolescentes (Nuca) e Juventude Unida pela Vida na Amazônia (Juva), que garantem a representação da comunidade jovem.

 

“Eles vêm aqui para discutir entre eles, fazer troca de experiências, repassar conhecimentos e informações, para então, juntos, discutir desafios para a questão do jovem em sociedade, onde eles possam protagonizar, enquanto sujeitos de direitos, a sua participação e voz no processo. O próximo passo é a constituição desses núcleos com, no mínimo, 16 adolescentes, e, logo depois, chamamos novamente para outro ciclo de capacitação voltada para a educação, para a realização da busca ativa escolar para trazer crianças para a escola”, explicou o especialista em Saúde e HIV do Unicef, Antônio Carlos Cabral.

 

Para Luciano Tavares, representante do município de Macapá na Juva, este é um momento importante de participação junto com os gestores. “Essa é uma experiência nova, desafiadora. Como beneficiário, podemos colocar nossa opinião e anseios do que queremos como direito garantido e efetivado, enfim, contribuir diretamente para a construção e efetivação dessas políticas públicas”, reforçou o jovem.

 

Assessoria de Comunicação/Semed

Para adquirir o e-book "Fotografia da Amazônia" basta contactar o fotógrafo pelo WhatsApp no (96) 3333-4579. A coletânea está no valor de R$ 30.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: