Júri absolve vendedor acusado de homicídio no Pará

O vendedor Alex Pedro Pantoja, 25 anos, foi absolvido nesta terça-feira (10), pela acusação da morte de Madson Felipe Monteiro Nascimento, 14 anos, conhecido como Neném. O júri do 1º Tribunal do Júri de Belém, foi presidido pelo juiz Edmar da Silva Pereira.

Por maioria dos votos os jurados acataram a tese do defensor público Alex Noronha absolvendo o réu por legítima defesa e rejeitando a acusação sustentada pelo promotor de Justiça José Rui de Almeida Barbosa de que o réu foi autor de homicídio.

Mãe e irmão do réu compareceram ao júri para depor e relataram que a Madson Nascimento mantinha uma animosidade com Alex Pantoja por ele ter denunciado o roubo de uma bicicleta. Desde então o réu passou a sofrer ameaças de morte por parte do adolescente.

Em interrogatório prestado o réu confessou ter feito disparos com uma arma emprestada contra o adolescente que costumava cometer furtos na área. O réu reafirmou que a vítima passou a lhe ameaçar de morte após ter denunciado o roubo de uma bicicleta pelo adolescente. Desde então o jovem passou a cobrar pedágios de seus familiares sempre que passavam por uma passagem usada por jovens para consumir drogas.

Do Diário Online

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.