6 livros para entender melhor a depressão e a ansiedade

Educa

Obras de ficção e não-ficção que te ajudarão a ver outro lado da saúde mental

MARILIA MARASCIULO

Desde 2014, setembro é um mês “amarelo”: a iniciativa criada pelo Centro de Valorização da Vida (CVV) com o Conselho Federal de Medicina (CFM) e a Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP) tem o objetivo de alertar sobre a necessidade da prevenção ao suicídio.

Ao longo do mês, a ideia é abordar o tema com a população e ressaltar a importância de se discutir a questão e falar sobre saúde mental. Preparamos uma lista com seis livros essenciais para quem quer entender mais sobre o assunto:

O Demônio do Meio-dia: uma Anatomia da Depressão, Andrew Solomon (2000)
O livro é considerado uma das maiores referências quando o assunto é depressão. Nele, o jornalista e escritor resolveu investigar a própria doença a fundo, entrevistando especialistas e outras pessoas deprimidas. O panorama e completo, desde questões éticas e morais, tratamento e impacto da doença em várias populações. O livro venceu o National Book Award e eleito um dos melhores 100 dos anos 2000 pelo jornal britânico The Times.

A Redoma de Vidro, Sylvia Plath (1963)
A poetisa norte-americana saiu de seu gênero favorito para escrever este romance quase autobiográfico. É a história de Esther Greenwood, uma jovem universitária com vida social intensa e que trabalha em uma revista feminina. A narrativa é singular e vai além da doença mental.

Saiba mais no site Galileu

Amazônia Brasil Rádio Web ao vivo!

Dê sua opinião, não fique calado!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.